A gente sabe que cada criança é única, não é mesmo? Sendo assim, com certeza o seu filho vai ter características muito especiais que vão fazer com que ele cresça diferente de todos os outros bebês. Mas então, como fazer para montar o quarto de criança ideal para ele? Como garantir que ele terá todos os estímulos necessários para se desenvolver da maneira que ele quiser?

Assim como cada bebê, quarto de criança não é tudo igual. Você pode escolher o estilo que mais te agrada e o que você quer oferecer para o seu bebê. Mas, para te ajudar, fizemos uma lista daquilo que não pode faltar no quarto de criança ideal, junto com algumas dicas de como colocar tudo isso em prática.

Aconchego

Principalmente nos primeiros meses de vida, seu bebê vai querer, mais do que tudo, um lugar aconchegante. Imagina você sair de uma barriga quentinha para o nosso mundo cheio de perigos e sensações esquisitas? Pois é, para ajudar o seu bebê nessa transição, o quarto de criança ideal tem que ter muito conforto, começando pelo lugar que ele vai dormir.

Seja no berço, no cesto ou na sua cama, deixe esse lugar bem gostoso, limpo e seguro para o seu bebê. Na hora de fazer o enxoval, prefira os tecidos naturais, como o algodão, que oferecem mais conforto para sua pele sensível. Aliás, os tecidos são ótimos para dar mais aconchego ao quartinho: as cortinas ajudam a proteger seus olhinhos sensíveis, os tapetes aquecem o quarto em dias frios. Tome cuidado apenas para manter tudo sempre limpo e sem poeira, evitando qualquer irritação ou alergia.

Lembre-se também que o seu conforto é muito importante. Você vai passar um bom tempo amamentando, trocando e ninando seu bebê nesse quarto, então ele tem que ser aconchegante para você também. Então, escolha as cores e a decoração que mais te agradam, coloque uma poltrona bem confortável com almofadas, crie um ambiente que faça você se sentir bem. Porque acredite: mais importante do que acertar a cor preferida do seu filho é VOCÊ estar feliz e disposta para cuidar dele!

Segurança

A segurança nunca pode ficar de lado no quarto de criança ideal. Precisamos ter ela em mente sempre que a gente for comprar qualquer item para o quarto. Para os móveis, por exemplo, evite quinas e pontas, preferindo os acabamentos arredondados e materiais macios.

Não deixe nenhum brinquedo ou enfeite com partes pequenas perto do bebê, pois ele pode engolir algo sem querer. Na dúvida, veja sempre na embalagem a idade indicada do produto antes de deixar qualquer peça ao seu alcance. Proteja as tomadas, fios desencapados, degraus ou qualquer objeto que possa ser um obstáculo.

Depois de cobrir esses itens básicos, relaxe um pouco: Por favor, não confunda segurança com prisão. Garantir que o bebê esteja seguro não quer dizer deixá-lo amarrado ou confinado o dia todo. Atualmente, o quarto de criança ideal é aquele que possibilita que a criança explore livremente o ambiente à sua volta com segurança.

Por exemplo, a caminha montessoriana com colchão rente ao chão permite que o bebê saia sozinho, sem risco de queda. Ela é considerada até mais segura que um berço alto, onde o bebê pode tentar escalar a grade para sair. Invista em móveis próprios para o tamanho da criança, mantenha tudo sempre organizado e com poucos objetos, use tapetes que absorvam impacto e não escorreguem.

Tudo isso vai ajudar a promover um espaço seguro para seu filho, onde ele vai ter mais confiança de explorar suas habilidades sem medo.

Estímulos

O desenvolvimento do bebê é algo mágico, que vai acontecer de um jeito ou de outro. Mas você pode sempre ajudar o seu filho, com estímulos certos para cada idade.

Nos primeiros meses de vida, por exemplo, as cores vibrantes e primárias são ótimos estímulos visuais. Objetos que se movimentam e tocam música, como móbiles e bichinhos de corda, também chamam a atenção dos pequenos. Como nessa fase o alcance da visão do bebê é bem limitado, coloque esses objetos bem próximos a ele.

Quando o bebê começa a explorar o mundo com as mãos, ele busca texturas diferentes, cores e sons. Para aqueles que já começaram a engatinhar ou andar, ofereça brinquedos com desafios motores, como blocos para subir ou pequenas escadas. Mantenha os brinquedos sempre à vista e ao alcance do seu filho, para estimular ainda mais a vontade de brincar.

E para que os estímulos não atrapalhem na hora de dormir, mantenha o espaço da caminha ou do berço mais limpo, sem brinquedos barulhentos nem muitas cores. Deixe só aquilo que acalma o seu bebê, como um bichinho ou uma caixinha de música.

Autonomia

Para você independência é fundamental? Então, o quarto de criança ideal é aquele que estimula a autonomia do seu bebê.

O quarto Montessoriano, inspirado nos princípios da pedagoga Maria Montessori, é um ambiente preparado para a criança se desenvolver de forma livre e segura. Coisas simples como mesas e cadeiras do tamanho da criança, estantes onde ela consiga pegar e guardar os brinquedos e a cama baixinha permitem que ela escolha com mais propriedade aquilo que quer fazer, tenha mais independência e mobilidade.

Autonomia não quer dizer que a criança deve ou pode ser deixada sozinha. Mas você ou o cuidador que vai estar junto com seu filho pode se colocar como alguém que orienta e auxilia, não como alguém que faz as coisas por ele. Assim, a criança aprende a ser mais autônoma, a buscar seus interesses e manter o espaço organizado.

5. Diversidade

O desenvolvimento de uma criança é rápido, dinâmico e cheio de reviravoltas. Esteja preparada para as mais diversas fases do crescimento do seu filho, para as mudanças de cada idade e para as surpresas que a personalidade dele podem lhe trazer.

Se você optar pelo berço, escolha um modelo 3 em 1, com variações de altura e que depois vire caminha. Se for fazer móveis planejados, cuidado para não “engessar” demais o quarto. Deixe sempre um espaço em branco para seu filho preencher do jeito que quiser!

Na hora de comprar os brinquedos, escolha alguns bem variados, para a criança ter bastante opção. Cuidado também na escolha do tema: você pode adorar aviões, mas é possível que seu filho goste mesmo é de brincar de trem. Quando for decorar o quarto, aposte em peças fáceis de serem trocadas, como quadros e pôsteres. Elas vão dar o toque pessoal que você quer para o quartinho, mas podem mudar conforme o gosto do seu filho.

Enfim, pense nesse espaço como algo dinâmico e sempre em desenvolvimento, assim como o seu filho vai ser. Invista na diversidade na hora de criar um mundo cheio de possibilidades para seu pequeno.

Resumindo, o quarto de criança ideal é aquele que vai respeitar as necessidades de cada fase do seu filho, permitindo-se mudar junto com ele. É o espaço que vai estimular o seu desenvolvimento e promover sua autonomia, com cuidado e amor. É o lugar onde ele vai se sentir confortável e seguro, para começar a explorar o mundo.

Agora que você já sabe o que é fundamental para o quarto do bebê, que tal ver algumas inspirações de projetos de decoração? Confira também algumas ideias para quarto infantil.