Se você nunca contratou um projeto de decoração, pode estar com várias dúvidas sobre como escolher o profissional ideal para você: Será que cabe no meu orçamento? Como escolher o melhor custo-benefício? E afinal, quanto custa e o que estou pagando em um projeto de decoração

Para te ajudar a tomar essa importante decisão, vamos falar aqui sobre o que está por trás do valor do projeto de decoração. Entenda como é feita a precificação desse serviço, o que existe de diferente no mercado e quais as “pegadinhas” que podem ser evitadas. Com essas informações, vai ser mais fácil escolher o melhor profissional 👷‍♀️ para te ajudar a realizar o sonho da casa decorada. 🏡

Tipos de profissional, serviço e produto

Vamos começar explicando a diferença entre os profissionais da área de Decoração de Interiores: o Arquiteto e o Decorador ou Designer de Interiores.

O Arquiteto possui curso superior em Arquitetura e Urbanismo e tem também o conhecimento técnico para construir ou reformar. O Designer de Interiores pode ter uma formação de nível superior ou técnico, tendo o seu conhecimento mais focado na decoração.

É importante lembrar que, se você for construir ou reformar, vai precisar de um Arquiteto como responsável técnico, para cumprir as formalidades exigidas pela legislação. Geralmente, quem vai reformar acaba contratando os serviços do arquiteto também para fazer a decoração, fechando um pacote só. Por isso, pode ficar a impressão de que o valor do arquiteto é maior, mas isso não é verdade.

O que pode deixar o projeto mais caro é o tipo de serviço: reformar ou construir com certeza exige um investimento maior do que só fazer a decoração da casa. Mas se a gente separar apenas o projeto de decoração, tanto o arquiteto quanto o designer de interiores são igualmente capazes de executar e terão preços semelhantes. Claro que existe variações de preços, mas elas têm a ver com outras questões, que vamos falar mais para frente.

Outro fator que pode influenciar no preço do projeto de decoração são os tipos de serviço e produtos entregues. O profissional pode entregar apenas uma planta baixa com algumas sugestões de produtos, pode entregar também um 3D para você poder visualizar melhor a proposta, ou pode ainda incluir o serviço de te ajudar a fazer todas as compras.

Dependendo do que você quer no seu ambiente, pode ser necessário também uma planta de forro e iluminação, detalhamento de marcenaria e outros produtos, encarecendo o valor do projeto. Por isso, é importante você entender muito bem o que está no escopo do serviço contratado, para saber o que você está comprando e se ele atende as suas necessidades. 

Vale lembrar também que estamos falando aqui apenas do projeto de decoração, e não da execução. Para tirar o projeto do papel, outras variáveis vão entrar na conta, como tipos de materiais escolhidos, preferências por lojas ou produtos e até estilos de decoração.  

Modelos de Precificação

Existem no mercado da decoração alguns tipos de precificação. Vamos falar aqui dos principais, como eles são calculados e como eles podem variar de profissional para profissional.

Precificação por horas de trabalho

Alguns profissionais atribuem um valor a sua hora de trabalho, depois calculam o preço do projeto baseado na quantidade de horas investidas nele. Nesse valor/hora, geralmente estão embutidos os gastos de operação, como aluguel, luz, água, funcionários, além da margem de lucro que o profissional ou empresa estabelece para ele. Como cada um tem gastos fixos variáveis e também contam com margens de lucro diferentes, é normal que esses valores variem bastante.

Esse é um sistema muito usado em diversos serviços, pois é relativamente simples de calcular. Sua maior desvantagem é a imprecisão do valor final, porque muitas vezes é difícil estimar o número de horas do projeto. Ou seja, se o profissional estimar para mais, você vai acabar pagando mais do que devia; se ele errar para menos, você pode ter que pagar um adicional que não havia previsto.

Precificação por metragem quadrada

Esse é um método muito usado para precificar os projetos de interiores em geral, pois são mais precisos e não oferecem surpresas de gastos extras, a não ser que o cliente realmente solicite algo a mais.

Para calcular o valor do metro quadrado, o profissional pode usar as tabelas oficiais, como o CUB (Custo Básico Unitário) e outras tabelas emitidas por órgãos como o CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo) e a ABD (Associação Brasileira de Design de Interiores). Essas tabelas consideram no cálculo variáveis como: escopo do projeto (serviços e produtos inclusos), tipo de uso (comercial, residencial, etc.), a região do país ou a cidade onde a construção está e até a complexidade do projeto (dependendo do cômodo da casa, por exemplo).

Mas existem profissionais que chegam nesse valor de forma mais empírica, baseados principalmente em tendências de mercado, na reputação que ele construiu e no tipo de cliente que ele atende.

Tudo isso para dizer que, em todos os casos, as variáveis são muitas, então é muito difícil chegar em um valor médio para o projeto. Você vai encontrar no mercado valores muito baixos e muito altos, portanto vai depender de você escolher o melhor custo-benefício. Um projeto muito barato pode levar você a contratar um profissional inexperiente, mas querer contratar o escritório famoso que sempre sai na revista pode se tornar inviável economicamente…

O diferencial de precificação da: EasyDeco

Mas, além dos escritórios e profissionais autônomos que atuam na área de Interiores na forma tradicional, hoje existem algumas empresas que oferecem uma alternativa para quem não tem medo de inovar. 💡

A EasyDeco tem um jeito totalmente novo de decorar, desde a experiência do cliente até a forma de precificar. Entenda agora porque a EasyDeco é diferente, qual o valor que ela entrega e como ela faz para garantir economia e qualidade, além de um atendimento cuidadoso e pessoal.

  • Tecnologia 📱: A EasyDeco funciona 100% online, do cadastro até as compras. Graças a muita tecnologia e inovação, os processos ficam mais ágeis e práticos, tornando o serviço acessível e eficiente.
  • Qualidade 🏅: A EasyDeco conta com uma rede de profissionais autônomos cadastrados, que passam por um processo de seleção e são acompanhados em cada projeto. Como tudo acontece dentro da plataforma, os padrões de qualidade da empresa são sempre garantidos em cada entrega.
  • Personalização 🎯: Da escolha do profissional ao auxílio na hora de fazer as compras, tudo foi pensado para atender os desejos de cada cliente. Graças à facilidade do chat online e o apoio da equipe EasyDeco, a interação com o profissional é uma das coisas mais elogiadas pelos clientes.
  • Praticidade 📌: Além de ser tudo online, a EasyDeco trabalha com preços fixos por ambiente, deixando bem claro desde o início qual os produtos e serviços entregues. Assim, o cliente pode escolher quantos ambientes quer decorar, sabe o que vai receber e quanto vai gastar.
  • Economia 💸: Com preços abaixo da média do mercado, a EasyDeco já de cara oferece uma vantagem para quem quer economizar. Além disso, é possível também escolher o valor máximo a ser gasto com os produtos, para não ter surpresas no final. Na hora de comprar, a empresa oferece ajuda para efetuar as compras online e descontos exclusivos com empresas parceiras.
Parceiros EasyDeco

Se ainda ficou com dúvidas de todos esses diferenciais do nosso modelo de precificação, convido você a entender melhor como trabalhamos na prática!

Conheça mais sobre a EasyDeco!