A decoração industrial surgiu entre os anos 50 e 70 na cidade de Nova Iorque, Estados Unidos, em um período em que galpões e prédios comercias atuavam como lar para muitos habitantes. Por oferecerem um espaço amplo, era um ambiente ideal para uma quantidade maior de moradores.

Com o tempo esse estilo foi se tornando tendência e é até hoje muito utilizado nas decorações residenciais. Algumas de suas principais características são o uso cores sóbrias, valorização de instalações aparentes, preferência por materiais brutos, entre outros. É interessante ressaltar que a decoração industrial ainda pode combinar com outros estilos, como o moderno, o rústico e o cool.

Elaboramos este post a fim de explicar como trabalhar os espaços da casa e os elementos decorativos, como móveis, iluminação etc., a fim de aderir ao estilo da decoração industrial e criar um visual encantador para a sua moradia. Continue a leitura e confira!

Como aplicar a decoração industrial em uma casa de maneira eficiente?

Móveis

O estilo rústico preza por um visual mais bruto com a presença de materiais pesados, como vidro, metal, ferro e madeira. Desse modo, é possível criar a cara do industrial somente com a mobília, por exemplo. Essa é até uma forma muito interessante de combinar esse estilo de decoração com outro, como uma decoração minimalista com móveis de metal e madeira.

Uma das grandes vantagens de utilizar a madeira nos móveis da decoração é que ela proporciona muita versatilidade na hora de combinar cores e outros elementos, sendo um material que ajuda a compor os ambientes com muita facilidade e praticidade.

Vale ressaltar que materiais como a madeira, o aço, o metal e o ferro são bastante resistentes e duráveis, o faz com que sejam um excelente investimento. Desse modo, além de se criar um belo ambiente com uma decoração cheia de personalidade, também há a garantia de que as mobílias durarão por muito tempo. É importante ter essa certeza em relação à qualidade para que a reforma valha a pena a longo prazo.

Equilíbrio

Lembre-se de sempre buscar o equilíbrio entre todos os elementos presentes na decoração do ambiente. Ou seja, as cores, os elementos decorativos e as mobílias precisam estar em harmonia a fim de que o ambiente traga tranquilidade e aconchego visual.

Para que isso aconteça com naturalidade, busque uma paleta de cores com tons neutros, como o branco, o cinza e os tons terrosos, nas paredes. É interessante acrescentar um ponto focal de destaque com tonalidade mais intensa em algum elemento (como uma poltrona, uma estante, uma prateleira etc.), que pode ser em um azul, cobre, amarelo, entre outras.

Evite o excesso de informações, pois isso pode causar poluição visual e pesar a decoração. Consequentemente, cria-se um ambiente carregado e que não passa calmaria e conforto.

Iluminação

Ter uma boa iluminação no ambiente é fundamental para que se tenha um local funcional durante grande parte do dia. Por isso, é importante criar um bom sistema de luzes. E o legal do estilo industrial é que as lâmpadas podem ficar aparentes, o que torna o ambiente mais descontraído e cheio de personalidade.

Para a sala de estar, por exemplo, prefira luminárias de chão altas e feitas de metal. Já para a área da cozinha, ficam muito bonitos os pendentes com estilo cool industrial em cobre. Para essas áreas, prefira uma luz fria que possibilite os afazeres diários com mais facilidade. Já para ambientes como o quarto e a sala de jantar, opte por uma iluminação quente que promova o relaxamento físico e mental.

Quais são os principais passos para criar uma decoração industrial?

Portas e janelas mais largas

Prefira portas e janelas maiores para combinar com o espaço amplo que o estilo industrial visa compor. Janelas largas também ajudam a deixar o ambiente mais fresco, tendo em vista a constante circulação do ar.

Portas de madeira grossas são ideais para esse tipo de composição ou, então, as de correr que pareçam com portões de aço antigos. Pode-se ainda pintá-las com uma cor intensa, como vermelho ou azul, para dar destaque e charme à decoração.

Acabamento

Aposte em paredes de tijolos e piso de cimento queimado. Esses recursos são ótimos para uma decoração industrial, trazendo sobriedade ao mesmo tempo em que se tem um ambiente despojado.

Tetos inacabados deixam o visual ainda mais atraente e podem conter vigas e encanamentos aparentes, atribuindo ainda mais charme à composição toda. Vale ressaltar que esse tipo de estilo se encaixa melhor com pessoas que buscam uma casa cheia de personalidade e com uma decoração bela e diferenciada.

Integração dos espaços

O estilo industrial preza por ambientes amplos justamente para que se possa ter a integração entre todos os espaços da casa. Mas o que isso quer dizer?

Significa que a sala e a cozinha podem estar juntas no mesmo cômodo e ainda ter um espacinho na bancada com bancos altos para o momento de degustar as refeições. A sala, além de ser o ambiente para descansar, receber os amigos e assistir TV, também pode se transformar no quarto por meio do sofá que vira cama ao anoitecer.

A ideia principal é a de que tanto os cômodos quanto as mobílias ofereçam mais de uma função aos seus moradores. Por exemplo, um baú de madeira serve tanto para armazenar itens como para sentar, bem como os bancos e as mesas de centro que abrem. Desse modo estimula-se a ideia de que não basta apenas uma decoração bela, tendo em vista que é necessário que se crie um ambiente que proporcione funcionalidade durante o dia a dia de uma rotina corrida.

Viu como criar uma decoração seguindo o estilo industrial pode ser uma tarefa simples e prática? Lembre-se de buscar a harmonia entre todos os itens presentes nos ambiente pois dessa maneira é possível criar cômodos que tragam muito conforto, aconchego e energias boas.

Gostou deste post? Com essas dicas fica mais fácil criar uma decoração industrial, não é mesmo? Caso tenha ficado alguma dúvida, confira todas as características que não podem faltar em uma decoração industrial.