Fazer uma decoração de casa não é mais sinônimo de alto investimento, reforma e bagunça. Hoje em dia, é possível renovar todo o seu lar com um pouco de criatividade, pesquisa e ajuda de profissionais. Adaptando-se a sua personalidade e orçamento, os arquitetos e designers de interiores são os mais capacitados para ajudá-la a dar novos ares para seu lar, seja reaproveitando o que você já possui ou fazendo mudanças estratégicas.

Continue a leitura e confira como fazer uma decoração econômica e sem estresse para ter a casa que sempre sonhou!

Faça um projeto de decoração

A primeira e mais importante dica antes de começar qualquer trabalho é: planejamento. Para economizar, muitas pessoas não contratam arquitetos e acabam fazendo por conta própria. No entanto, fazer um projeto de decoração é fundamental para poupar e evitar gastos desnecessários.

Com a visão criativa e estética de um profissional, você terá um ambiente muito mais agradável e com os espaços muito bem aproveitados. Além disso, você comprará apenas o que realmente for necessário. Então, o investimento retorna em forma de eficiência, beleza e otimização do seu tempo. Considere fazer um projeto, pois isso pode diminuir muitas dores de cabeça.

Reaproveite os móveis que possui

A tentação de comprar tudo novo é grande, mas, antes de tudo, veja o que você consegue reaproveitar. Um profissional que entende os seus desejos conseguirá orientá-la sobre uma reforma nos móveis, com pintura, reforço de prateleiras e troca de puxadores, por exemplo. Muitas vezes, isso é suficiente para reutilizar.

Com a visão de um arquiteto ou design de interiores, a cadeira velha vira uma ótima mesa lateral e as gavetas do criado-mudo transformem-se em nichos. Talvez você só precise de um colchão novo na cama ou trocar a cabeceira.

Na sala de jantar, que tal mandar cortar a mesa e fazer uma nova pintura para aproveitá-la na varanda? Não possui todas as cadeiras iguais? Sem problemas! Deixe-as todas da mesma cor e desfrute de um ambiente divertido. Antes de sair comprando tudo, olhe com carinho e atenção para o que você já tem.

Recicle e seja criativa

Com um pouco de pesquisa na internet, é possível encontrar inúmeras ideias para reciclar. Uma caixa de sapato encapada vira um bonito organizador e as louças velhas são ótimas como vasos de plantas.

Também vale a pena reciclar pallets e caixotes de feira. Ao invés de gastar com um jardim vertical, pendure um pallet na parede e prenda os vasos em ganchos. Os caixotes podem virar mesa lateral, estante e nichos. Caso queira acomodar coisas mais pesadas, os blocos de concretos e tábuas mais fortes são ideais. Solicite sugestões para usar esses materiais ao profissional que estará decorando com você.

Pesquise acabamentos mais baratos

Você já percebeu a infinidade de acabamentos disponível nas lojas? Engana-se quem pensa que trocar um piso ou um revestimento só é possível com bastante dinheiro. Hoje em dia, há opções para todos os gostos e bolsos. Um mesmo ladrilho existe em diversos tamanhos e marcas, o que faz com que o preço varie.

O porcelanato é um exemplo de como economizar sem abrir mão da beleza e da qualidade. Práticos de limpar e manter, eles estão disponíveis em padrões que imitam mármore, granito, madeira etc. Geralmente, quanto maior a peça, mais caro ela custará. Assim, procure as menores para conseguir um preço melhor. Outra alternativa são os adesivos que imitam azulejos fixados sobre o revestimento que você já possui, acrescentando cor e vida ao ambiente.

Faça mudanças pequenas e eficazes

Nem sempre você precisa de grandes mudanças — mas sim de alguns ajustes estratégicos. Então, uma análise profissional do cômodo é importante antes de sair revolucionando tudo. Na sala, um painel de madeira atrás da televisão é capaz de fazer toda a diferença. Aqueles vários quadros diferentes e espalhados podem se juntar e formar uma composição interessante.

Outra dica é inserir espelhos. Retire-os da moldura e cole direto na parede para ajudar a ampliar o ambiente. Prateleiras podem formar uma estante, eliminando a necessidade de comprar um móvel novo. Os nichos avulsos também exercem boa função nessa tarefa de modificações estratégias. Ao lado da cama, transformam-se em criado-mudo; na sala de jantar, viram um pequeno bar.

Insira plantas

Plantas são baratas para comprar e para manter. Além disso, trazem vida, charme e personalidade para seu lar. Decore a sala com folhagem no canto e um vaso na mesa de centro. A sala de jantar poderá receber flores no centro da mesa e a cozinha ficará uma graça com vasos de temperos e chás, como hortelã, manjericão e salsinha. No quarto, que tal um bonsai que dê flores?

Mesmo que você não tenha muito jeito ou nunca tenha cultivado plantas, saiba que existem espécies que são muito fáceis de ter em casa. É o caso das suculentas e dos cactos, que exigem pouca água e praticamente nenhum adubo. Espada de São Jorge, Dracena e Violeta também são boas opções para quem não tem experiência.

Preste atenção nos detalhes

Os detalhes fazem toda a diferença na decoração, portanto, não se esqueça deles. As almofadas são o complemento do sofá e trocar as capas delas é algo barato e fácil. Invista no mix de texturas — coloque aquela cor que você sempre quis ou abuse das estampas. Assim, se enjoar, é só trocar novamente.

Um pouco mais caros, os tapetes e as cortinas também precisam da sua atenção. Uma cortina antiquada envelhece o ambiente e tecidos escuros diminuem o cômodo visualmente. Prefira modelos mais claros, acrescentando um blackout para bloquear a claridade, se necessário.

Para o tapete, vale a pena comprar uma boa e durável peça, pois ele aquece e deixa o ambiente mais aconchegante. Pesquise para encontrar o melhor custo-benefício.

Renove as paredes

A parede está meio sem graça? Coloque cor nela! Você mesma é capaz de pintar, comprando alguns utensílios e tendo um pouco de cuidado. Nas lojas de tintas, você encontrará as cores que desejar. Depois, é só forrar o chão e os móveis e começar o trabalho.

Com uma fita crepe e um pouco de criatividade, você poderá criar padrões e desenhos geométricos. Abuse dos tons sobre tons, aposte em cores da moda e tenha cuidado com as tonalidades mais escuras. Elas diminuem o ambiente visualmente e causam desconforto para a vista.

Caso queira inserir mais de uma cor, observe se fará sentido com os móveis e objetos que compõem o ambiente. Se tiver dúvida, tire uma foto do ambiente e faça uma simulação no site das marcas de tintas.

Com um pouco de criatividade e pesquisa de preços e referências, é possível fazer uma bela decoração econômica. No entanto, um planejamento e um projeto feitos por arquitetos e design de interiores podem evitar os gastos desnecessários, como a compra de muitos móveis ou adornos decorativos. Nessa tarefa, considere contratar uma empresa especializada para fazer o seu projeto, como a EasyDeco.

Nós, da EasyDeco, oferecemos projetos decorativos personalizados que se adequam a sua realidade, estilo e orçamento. Ao contratar nossos serviços, você contará com um profissional que a ajudará a pensar nos enfeites e detalhes, mas também receberá diversas sugestões sobre móveis. E o melhor: tudo online e sem precisar sair de casa para pesquisar preços. Então, para fazer uma decoração econômica, entre em contato conosco!